terça-feira, 22 de abril de 2008

O P. e o chapéu

Outro dia ouvi o P. a resmungar a meio da noite. Fui ao quarto ver o que se passava e diz-me ele meio a dormir: O chapéu, mamã! O chapéu...

E lá fui eu, às escuras, abrir uma gaveta qualquer para descobrir um chapéu para lhe pôr na cabeça.
Pus-lhe na cabeça um chapéu de quando era bébé, e ele sossegou e continuou a dormir.

... Mãe sofre!...