terça-feira, 29 de julho de 2008




Quando os deixo na escola, dou-lhes sempre um beijinho antes de sair.
Antes era uma coisa demorada, com abraços e tudo, mas desde que vieram de férias e começaram a choramingar, o processo passou a ser mais rapido, com beijinho na cabeça e toca a andar...
A verdade é que as coisas normalizaram já há muito tempo, mas continuei com este processo rápido, até porque estou sempre atrasada para ir trabalhar...
Ontem, quando os deixei, outra vez o beijinho rápido na cabeça, mas o P. pediu-me mesmo um beijinho, pelo que o abracei, dei-lhe uma beijoca mais demorada e saí.
Tinha dado uns três ou quatro passos quando ouvi o M. a chorar desalmadamente. Corri para trás e perguntei:
- O que foi, filho?
- Quero um beijo, mamã... (muito choroso)

Claro que o enchi de beijos e abraços e pedi-lhe milhões de desculpa...


Tão, tão mimadinho este meu filhote...