quinta-feira, 21 de agosto de 2008


Hoje, se dormi duas horas, foi muito...

O J. foi ontem à vacina e passou muito mal a noite, cheio de febre e muito inquieto. O P. acordou e não conseguiu adormecer outra vez com o choro do irmão.

O V. tentou levá-lo para a cama com ele mas começou a choramingar que queria dormir comigo e lá fiquei eu na cama com o J. e o P., sempre com medo que o P. caísse ou magoasse o J.

Talvez por não ter sido uma noite fácil, me sinta, hoje, particularmente, em baixo.

As horas de sono fazem falta e as dores de cabeça não ajudam...

Mas não gosto nada de me sentir assim.

Nem vou escrever muito porque não vale a pena.

Vou esperar que passe.