sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Momentos de plenitude


Ontem tive de ir em trabalho a Madrid.
E exceptuando o facto de ter de me levantar às 5h, ter adormecido e só ter acordado à hora a que o meu chefe/patrão chegou a minha casa para me apanhar (o que não é muito bom…), a ida nem correu mal.
O problema foi mesmo com a vinda.
Primeiro, cancelaram o voo das sete. Deram-nos a solução de irmos por Lisboa e só depois em outro voo para o Porto e, apesar de ser bem pior chegar às 23h em vez de chegar às 20, já não era muito mal…
Mas afinal já não tivemos lugar nesse voo e tivemos mesmo de ficar a dormir em Madrid.
Ou seja, uma aventura.
O que vale é que hoje cheguei bem cedinho, ainda a tempo de ver os meus três meninos acordarem e de levar os meus príncipes mais velhos à escola.
Ficaram felicíssimos quando me viram, encheram-me de beijos e de mimos e, naquele exacto momento em que estava na minha cama, com os meus três bebés enroscados em mim, senti que nada havia no mundo que me pudesse fazer mais feliz

E mais nada!