sexta-feira, 27 de março de 2009

A escolha da escola


A decisão sobre a escola que o P. e o M. deviam frequentar não foi propriamente fácil.
Sempre achei que devia ser uma escola internacional, que leccionasse num idioma que não o português, para que desde cedo adquirissem uma ou mais línguas estrangeiras como se fossem a sua língua mãe.
Apesar disso, quando tivemos de escolher a escola, encontramos alguns obstáculos. Se Por um lado a école francaise não me agrava muito, o colégio inglês era demasiado caro e o colégio Alemão – desde sempre o meu preferido – tinha a língua alemã da qual não percebo rigorosamente nada!
Falei com algumas pessoas, professores, alguns antigos alunos do colégio Alemão e esse sem dúvida alguma reunia todas as minhas preferências.
Apesar disso, continuava com um grande inconveniente: A minha total ignorância no alemão.
Tendo esse facto como assente, acabamos por procurar alternativas, tendo eu conseguido que os miúdos fossem para a minha segunda opção: um colégio pequenino, perto de casa, com um ambiente muito familiar, poucos alunos, muitos educadores e auxiliares.
Até ao momento, estou satisfeita. Bastante satisfeita. Não acho que seja um colégio que traga grandes mais valias (não tem uma língua estrangeira mãe nem, que eu saiba, nenhum método especial de ensino) mas é um sitio em que os meus filhos se sentem bem e no qual eu os deixo de coração muito tranquilo.
Gosto muito desta escola, mas não deixo de sentir sempre uma pontinha de dúvida sobre se terei tomado a opção correcta.
Foi, por isso, que fiquei contente quando hoje, ao deixar os miúdos na escola, vi que o Presidente da Câmara também estava lá a deixar a filha dele.
Não por ele ser o presidente da Câmara, mas porque sei que ele estudou no colégio alemão. E se ele estudou no colégio alemão e, apesar disso, escolheu esta escola para a filha estudar isso tem de ter algum significado, certo?
Não é fácil começar a decidir pelos filhos tão cedo, começar a definir o futuro deles quando ainda são tão pequeninos, por isso, sempre que a minha escolha é corroborada, fico feliz. (do mesmo modo que fiquei ontem quando uma vizinha minha, professora no colégio alemão e cuja irmã é a sua directora, me disse que eu tinha feito uma boa escolha com a escolinha dos meus filhos).

8 comentários:

MJC disse...

Ficamos sempre com dúvidas se estaremos a fazer a escolha certa...
Mas o facto de sabermos que eles se sentem bem e felizes onde estão, acaba por nos dar alguma tranquilidade.
Bom FDS
Beijinho

Princesa Tilly disse...

oiiiii,
vi-te no blog da Loira e decidi visistar-te... eu andei no Liceu Francês, charles le Pierre dos 3 anos até á 4 classe e ... sei lá... gostei e não gostei... hj em dia falo melhor o Francês que o Inglês... tem muito betinhos de Lisboa e 90% dos miudos que acabaram lá o 12º ano entraram na Catolica... tem boa reputação a nível de ensino
kissssssssssss

Loira disse...

A sobrinha do meu marido anda no colégio alemão, no Algarve. Anda apenas pq tem ascendência alemã...
Se queres que te diga, nem nunca ponderei uma escola internacional para o meu filho. Eu nunca andei e nenhuma e era óptima aluna a linguas. Aliás, fiz o preparatório e o secundário numa pública e cheguei a ser a melhor aluna da turma a Inglês na faculdade.
Acho q o que referiste é o que é importante num colégio. E é por isso que eu queria o meu naquele específico. Mas tb pelo método de ensino (que é o moderno), as turmas pequenas e a personalização. O meu filho tem tudo para se tornar num caso de insucesso escolar numa escola não adequada para ele (mesmo que a escola seja boa) e tu nem imaginas o medo q eu tenho. Ele agora é uma criança feliz. Adora a escola q tem. Está habituado àquele método. Sente-se seguro e estimulado. Infelizmente, a escola vai só até aos 3 anos e para o próximo ano lectivo tem mesmo de mudar.
Olha, estou em pânico...
beijo

Maria José disse...

Pois ficamos sempre com imensas dúvidas do que é melhor para eles.
Mas se eles estão bem nós também estamos
bjokas

A mamã disse...

pois eu vivo nessa duvida constante ainda ..pelo menos em relação á mais velha
bjs

Banita disse...

É muito bom sentires que estás a fazer o melhor pelos teus filhos: dar muito amor e uma boa educação.
E é compensador quando te dizem que fizeste uma boa opção de escola.

Anónimo disse...

Passo por cá às vezes sem nunca comentar mas hoje não resisti...Se tem vontade de por os seus filhos no colégio alemão só agora é a altura certa para o fazer, já q no colégio só entram aos três anos e não há a possibilidade de fazer qq pré-inscrição anterior a esta altura do ano anterior. Quanto a não saber alemão, pelo que sei o colégio dá a possibilidade de os pais aprenderem alemão no colégio.
Será essa a escolha certa? Não faço ideia... a minha filah só deverá ir para o colégio em setembro de 2010 qd fizer 3 anos. Gostava muito que ela fosse para o colégio alemão pelos mesmos motivos que referiu, mas não sei se vai ser possível... é a melhor opção? há quem goste muito, há quem deteste! O meu marido estudou lá 14 anos, alguns dos seus amigos dessa altura porão lá os filhos, outros dizem que é o ultimo sitio onde gostavam de por os filhos...
Decisão muito dificil esta da escola!
Maria Ana

somebody disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀