quarta-feira, 11 de março de 2009

A propósito do primeiro dia de ginásio (de ginásio e nao de ginástica, certo????)


Ainda não tinha aqui contado como foi o nosso primeiro dia no ginásio:
Aqui vai:
Correu bem.
Eu e a G. lá fomos, cheias de boa vontade e decidimos começar pelas máquinas (que ainda não estamos psicologicamente preparadas para aulas…).
Primeiras impressões:
1º. O nosso instrutor (é assim ou treinador???? Ou se calhar personal trainer, que é muito mais chique!) chama-se Júnior. E garanto-vos que de júnior não tem nada… Aliás, quem precisava de exercício era ele!
2º. Quando estava numa máquina de trabalhar as pernas, perguntou-me o Júnior se eu estava a sentir trabalhar a parte do rabiote (serão os glúteos????). Disse-lhe eu que sim. Disse a G. muito repentinamente: - mas eu também queria sentir isso no meu rabinho!...
Gargalhada geral seguida de muita galhofa…
E o Júnior ficou logo a ver com o que podia contar nos próximos tempos: muita galhofa e pouca ginástica!
Enfim… perdemos o respeito logo no primeiro dia de aulas!
Conclusão do final da aula: Esqueci os chinelos, o gel de banho, a escova… e temos de ir às compras comprar um fato de treino sexy! Sim, que isto de ir para as aulas de fato de treino discreto, tipo dona de casa não está com nada!
É escolher um fato bem giro e justo, que dê mais vontade de ir às aulas!
E como diria o A.: lá inventaram elas mais um pretexto para ir ás compras!
Ora, ora… para quê a ginástica se não pudermos ir às compras e comer chocolates???? (mais do que eu já comia, que cuidado com alimentação é coisa que não sei bem o que é….)