sexta-feira, 24 de abril de 2009

A vida é mágica… o facto de tantas vezes as pessoas a desperdiçarem não pode fazer dela má companheira. As pessoas que a desperdiçam é que são tolas!


Como já aqui comentei, o facto mais triste da minha vida foi a morte do meu pai.
Primeiro porque é sempre difícil ficar sem pai mas sobretudo porque ele era o melhor dos pais. Presente, carinhoso, atento, o meu maior fã.
Apesar disso, nunca chorei muito a morte dele.
Embrulhei a tristeza nas muitas e boas recordações que dele tinha e andei para a frente.
É certo que ainda hoje não consigo falar dele sem sentir o peito apertado, mas pelo menos andei em frente.
Porque isso é a única coisa que sei fazer.
As pessoas reagem ao sofrimento de maneiras distintas. Umas com raiva, outras com desespero, outras ainda com depressões. Eu lido com mais vontade de ser feliz.
Não sei estar triste. Não sei como é estar triste.
Só sei andar em frente e, de modo, positivo, abrir os braços à vida. E ser feliz.
Adoro acordar com a sensação de que estar viva é a melhor coisa do mundo. De que o facto de eu ter saúde, emprego e três filhos saudáveis é, por si só, motivo para estar de bem com a vida.
Amo estar de bem com a vida. Olhá-la nos olhos, sorrir-lhe, acenar-lhe, considerá-la minha amiga.
Que tem sido.
Tenho a família que quero, os amigos que quero, a ocupação que gosto, os filhos que sempre quis, lindos, perfeitos e saudáveis, uma casa de sonho, o carro de que mais gosto no mercado (ok… podia ser um jaguar, mas não sendo este serve lindamente!), posso proporcionar aos meus principezinhos tudo o razoavelmente expectável… é mais que justo que olhe para a vida e me apeteça abraçá-la. Quanto às pedras que vão surgindo no caminho, fazem parte do caminho de qualquer pessoa que viva. E, para mim, são mesmo como o poema de Fernando Pessoa: Pego nelas e, com elas, construirei um castelo. O meu, o nosso castelo.

A vida é mágica… o facto de tantas vezes as pessoas a desperdiçarem não pode fazer dela má companheira. As pessoas que a desperdiçam, tantas vezes por motivos tao fúteis, é que são tolas…e, convenhamos, bem menos felizes!

4 comentários:

Banita disse...

Eu também sou de sorrir à vida. As pessoas que a desperdiçam, não raro querem mais e mais e mais e tu, és a pessoa que eu conheço que mais valor dá ao que tem!
A vida é demasiado preciosa para ser desperdiçada!
Continua a aproveitá-la.
Beijinhos para todos e bom fds!

Loira disse...

Eu tb tenho um grande amor à vida... ainda assim, desespero-me várias vezes, mas recomeço todas as que forem precisas. Não consigo não estar agradecida, mas tenho um certo receio do futuro.

beijo

(Sabe de facto bem ler-te pq és uma pessoa mto positiva e isso sente-se.)

Maria José disse...

è amiga continua a aproveitar bem a vida, vê-se que és uma pessoa super positiva
bjokas

somebody disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀