quinta-feira, 21 de maio de 2009

Porque há poemas que o tempo não apaga


"Escreve-me"


Escreve-me! Ainda que seja só uma palavra,

uma palavra apenas,

Suave como o teu nome e casta como um perfume casto d'açucenas!

Escreve-me!

Há tanto, há tanto tempo que te não vejo, amor!

Meu coração morreu já, e no mundo aos pobres mortos

Ninguém nega uma frase d'oração!

"Amo-te!"

Cinco letras pequeninas,

Folhas leves e tenras de boninas,

Um poema d'amor e felicidade!

Não queres mandar-me esta palavra apenas?

Olha, manda então...brandas...serenas...

Cinco pétalas roxas de saudade...


(Florbela Espanca)

9 comentários:

Alecrim disse...

Que bonito! Não conhecia este poema da Florbela...

Maria José disse...

Tão lindoooooooo
bjokas

Banita disse...

Muito bonito. Terno e sonhador, tal como deve ser o amor!
Gostei. Obrigada pela partilha.
Beijinhos. :)

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Gosto...
gosto.
bjs

Edith disse...

Gosto muito de Florbela ( embora ela fosse um pouco melodramática, lol)

Beijinho e obg pelo apoio.

Cresce barriguita...cresce!!! disse...

LINDO....
MUITOS BEIJINHUSSSSSSSSSSSSSS

macaso disse...

Sim, melodramática:) Uma palavra que utilizei ontem para me descrever:):)

Nós os cinco disse...

gostei imenso...não conhecia!
Felicidades

Anónimo disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀