quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Gosto


De abraços. De beijos. De afagos.
De manhãs claras nos dia de Inverno
Do sol de final de tarde numa qualquer praia ou jardim
Do cheiro a relva cortada
De me deitar no chão e olhar o céu. De olhar as nuvens e imaginar os desenhos que por lá vão.
De cantar. Muito e sempre.
De pintar.
De borboletas.
De tomar banho com água bem quente, quase a escaldar.
De não usar relógio e de não ser escrava das horas
De vestidos – a peça de vestuário que mais se repete no meu guarda-roupa
De dormir com pijamas fofos e bem quentinhos nas noites frias do ano
De me rir. De sorrir.
De estar com os meus amigos e com a minha família mais querida
De tomar o pequeno-almoço ao domingo de manhã num qualquer café de Gaia com os meus bebés a brincarem na areia
De pic-nics
De festas e romarias e carróceis
De algodão doce, pipocas, chocolates e gelados (de tudo isto, mais gelados, aos quais não consigo nunca resistir)
De cinema. De séries, de livros e de música.
De mimos.
De pessoas honestas e confiáveis.
De viagens. De descobrir rostos, pessoas, ruas, histórias, diferenças.
De piscina
De sol
De fazer doces e compotas
De rio e de mar.
De crianças. De brincar. De ser criança.
De jardinar. De plantar flores e vê-las crescer. De apanhar fruta directamente das árvores.
Das mãos dos meus três príncipes em mim. De os ter juntinho a mim todas as madrugadas. De acordar com eles. De lhes contar historias antes de adormecerem. De os ter como meus filhos.
De ouvir a chuva cair bem aconchegada no meu sofá, com uma manta quentinha
De sonhos. De projectos e de futuro.
De ser feliz.