terça-feira, 20 de outubro de 2009

Janelas abertas


Às vezes gostava de saber escrever suficientemente bem, de conhecer suficientes palavras, para dizer algumas coisas. Que não sei. Nem conheço.
Por isso vou tentar deixar uma imagem:
Sabem quando se deixa uma janela aberta, sem se saber disso, e se sente um frio qualquer que não se sabe explicar de onde vem?
E a sensação de, depois de se perceber do que se trata, fechar a janela e se sentir finalmente, tranquilo, confortável?

Hoje, essa podia ser a minha imagem. A de quem fechou a janela e deixou de sentir o vento a entrar.

(não fui muito feliz na explicação, pois não? Lol)