quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Dúvidas existenciais

I.

P.: - mãe, já viste o sol a nascer?
Eu - Já filho, é muito bonito.
P.: E quando o dia acaba o sol vai-se embora para onde?
Eu, armada em sabichona: - Para trás das nuvens, filho.
Eles os dois, em coro: - nao vai nada! desce para o mar, Mãe, nao sabes?
um momento de silêncio e diz o P: - e como é que o sol desce para o mar, mãe? Nao cai? E fica guardado onde?

???? Sei lá!
Solução: Momento de interlúdio musical: - Vamos ouvir o avô cantigas meninos!

Tenho de descobrir o meu livro dos porquês, velhinho, velhinho mas muitissimo útil!

II.
O M. descobriu ontem uns audiobooks infantis que tinha para lá guardados há imenso tempo, pelo que desde então ouvimos histórias no carro e em casa a todo o tempo.
Uma dessas histórias é a Branca de neve, na qual, desgraçadamente, a mãe morre.
Ora eu tenho dito aos meus filhos que as maes nao morrem... o que nao vai propriamente em consonancia com esta história...
Vai daí, ontem, o P. dizia: mas mãe, eu ouvi na historinha, a dizer que a mãe morreu
E o M.: ouviste mal, P. A mãe só desmaiou, nao foi?
As mães nao morrem pois nao?

Pois... a esta nao sei mesmo o que responder.

III.
o P. - Mamã, o Jesus tem dois Pais, um pai na terra e um pai no céu.
M. porque é que ele tem dois pais? Há meninos que têm dois Pais, mamã?

Outra a que também nao sei muito bem o que responder...

Só perguntas dificeis, caramba!