segunda-feira, 1 de março de 2010


Comovem-me os sorrisos...

Já o disse?

E inicios e recomeços e toques de magia.

Comovem-me olhares. E peles. E palavras. O som das palavras que destilam qualquer coisa para além do nada. Que pode ser pouco, mas são as palavras ditas que me comovem.

E comovem-me os momentos. aqueles aquis e alis, hojes e ontens, sonhos de amanhã. Momentos que ficam, que tocam, que doem, que choram, que riem.

Comove-me a vida. Já o disse?