segunda-feira, 6 de dezembro de 2010


Ontem à noite tivemos a festa de aniversário do G.

Tão bom estar naquela casa quentinha, a cheirar a fumeiro (:)), com tantas pessoas boas e felizes.

Os miudos, os três, portaram-se tão, mas tão bem, que saí de lá com o coração a transbordar de orgulho:)

Com nao sei quantos comentários à sua meiguice e carinho e à minha paciencia e amor com eles.

Respondi a verdade. Que eles são amorosos, e que, por isso, nao é dificil. Ouvi em troca que, se são amorosos, a mim o devem:) E fiquei, ainda mais orgulhosa. Deles, de mim, de nós enquanto familia que nos amamos tanto.

Neste dia, que é um dia de estrelas no céu (ou seria se fosse noite e as estrelas se vissem) e que sucede ao dia aniversário da morte do meu Pai, amo-os como nunca. Com uma ternura e afeição que nao consigo escrever. Com uma intensidade que só consigo brilhar. Estou a fazer sentido?

Tão bom ser abençoada pela vida:)


1 comentário:

mãeee disse...

Tão bom! Tão bonito!

beijos doces para todos os habitantes do teu reino, um especial para ti