terça-feira, 16 de agosto de 2011

A melga e a heroina

ontem já estavamos todos na cama e o J:

- (a gritar): Socorro, mamã, socorro!
- lá fui eu a correr: Que foi, bebé?
- (ele, choroso):tenho uma aranha muito grande aqui no candeeiro... salva-me mamã....
era uma melga. que matei. E passei a ser a heroina da noite:) Gosto disso!

(e hoje de manhã, a contar aos irmãos, rimos todos muito à custa desta historia)

2 comentários:

Nós... disse...

Ehehehehe!

Fantástico! Adoro!

Beijinhos nossos

Cresce barriguita...cresce!!! disse...

ehhehe....é tão bom sermos as heroínas deles... ;))))

beijinhosssssssssssssss