terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Colégio

Acho que o assunto do colégio já está estabilizado. Sei que às vezes só passado um ou dois meses é que as crianças rejeitam a escola, mas espero que não seja esse o caso.
Para já, vão felizes, ficam felizes, vêm felizes.
Quando pensamos em colocá-los no colégio, sempre pensamos que viriam para casa mais cansados, masi calminhos... Mas não! Se possível, estão ainda com mais energia, com mais vontade de brincar, de correr, de fazer "asneiras"... Estão, por isso, bem.
E nós estamos tranquilos.
Não foi fácil a decisão. Porquê aquele colégio e não outro?
Porque é pequenino, acolhedor, perto de casa, porque tem bastantes educadoras e sobretudo porque nunca ouvi nenhum aspecto negativo sobre ele e, pelo contrário, ouvi comentários positivos.
De resto, não sei mais nada. Sobre educação, sobre programa, sobre principios, não sei.
E também por isso, até agora equacionei a hipótese de os mudar, aos três anos, para um colégio bilingue, que é sempre uma mais valia.
Mas, neste momento, já não estou tão certa. Porque na verdade, o que me interessa é que eles se sintam bem. Felizes. É essa a minha grande preocupação.
Se eles se sentirem bem nesta escolinha, o resto é absolutamente secundário.