quarta-feira, 25 de junho de 2008

As nossas férias


Fomos para a Tunisia.
Ano passado escolhemos a Republica dominicana, mas ir de férias com dois miudos é uma coisa e ir de férias com três, outra completamente diferente...
Além disso, o preço para um casal com dois bebés é completamente diferente de um preço para um casal, uma mãe (sim, porque sem a minha Mãe a palavra férias perderia todo o significado...), duas crianças com mais de dois anos e um bebé.
Um dos inconvenientes de ter mais de dois filhos é que não se encontra nenhum hotel que aceite, num só quarto, três crianças, pelo que, para termos dois quartos, não há dúvida que a Tunisia apresenta preços muito mais interessantes....
A acrescer, a viagem curta (pouco mais de três horas) e a cultura de um povo já muito ocidentalizado, orientaram a nossa decisão final.
E que dizer sobre a viagem?
bem:
para além de um atraso de 4 horas no voo para lá, um atraso de 1he30m para cá e de o V. ter rachado a cabeça á saida do avião, tendo apanhado três pontos no hotel, a sangue frio, correu tudo lindamente.

Claro que é uma aventura ir de viagem com três miúdos tão pequenos. Claro que todos outros hospedes ficavam a olhar para nós num misto de incredulidadade, pena e admiração, mas valeu a pena.
Pela felicidade dos miúdos mais velhos, pelo tempo de qualidade passado com todos, pelas primeiras gargalhadas do J., pelas experiências que vamos guardar, por termos estado juntos.

E até a directora do hotel nos veio dar os parabéns e dizer que os outros hospedes comentavam que os meus filhotes se portavam muito bem...

Pois... com três filhos tão pequenos não conseguimos passar despercebidos! rapidamente somos o centro das atenções!

E os miúdos são realmente amorosos. O P. e o M são terroristas, birrentos, geniosos, teimosos, muitas vezes mal mandados, curiosos, "mexeriqueiros", mas amorosos.
Lindos de morrer. E até com alguma ingenuidade.

Não miúdos de bater ou de tirar os brinquedos das outras crianças. Muito pelo contrário, se lhes tiram os brinquedos, ficam tristes, mas raramente respondem com violencia.
São crianças muito doces, muito mimados, e o J. vai decerto ser assim também.
Já é muito risonho, acorda sempre bem disposto, dá gargalhadas, gosta muito de conversar, adora atenção... Lindo de morrer também!

Não deixo de ficar admirada com os bebés lindos que tenho.
Podia ser discurso de mãe babada, e é... mas não é só isso. Os miudos são realmente bonitos.
Amá-los-ia do mesmo modo ainda que não fossem, mas são.
Lindos e meus filhos. Meus anjos. Meus amores.

4 comentários:

Pai Para Sempre disse...

E são lindos com toda a certeza. Sabes S. eu acredito mesmo que as crianças são o reflexo da família e da educação que lhes é dada. Muitos parabéns e tudo de bom.
o V. está bem? Que acidente aborrecido? Como aconteceu?
Um abraço
Sérgio

Belita disse...

Qualquer família com crianças pequenas não passa despercebida. Então com três crianças e, segundo me diz a Cris, muito lindas, é mesmo impossível!
Quando regressares ao trabalho vou-te enviar umas fotos do meu Jorge para tu o "conheceres". Ele é da mesma idade dos teus gémeos :) As fotos do meu blogue são, propositadamente, pouco nítidas mas gostava de te "apresentar" o primo da B. da Cris ;)

Um beijo para ti e para os teus docinhos lindos

Isabel

Teresa disse...

Olá!
Coincidência das coincidências, eu estava nesse voo, fui a minha lua de mel, reconheci pelo acidente do teu marido.
Parabéns tens uma familia linda.
Beijinhos,
Teresa

somebody disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀