terça-feira, 22 de julho de 2008

Ameças em vão

O P. e o M. acordam, por norma, antes das 7 da manhã. A nossa rotina é chamarem por mim e eu meter-me na cama com eles por mais uma meia hora, até irem para o quarto brincar.
Hoje, foi o P. que me chamou.
E lá fui eu, absolutamente ensonada, enroscar-me no corpo dos meus principes.
Passados alguns minutos o P. queria brincadeira. Eu, obviamente, não queria nada a não ser dormir...
Como ele não se calava, disse-lhe:
- Estás a fazer asneiras, as mamã vai-se embora...
Respondeu-me ele:
- Está bem, vai embora!...
E eu, apesar de cheia de sono, consegui pensar:
- O quê????? E respondi: não filho, a mamã está bem aqui...

....Já tenho de ter cuidado com o que digo! O miúdo pensa que é gente e já não vai de ameaças....