segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Loft com vista para o mar


O P. e o M. nunca gostaram muito de praia. Especialmente o P., logo que punha os pés na areia começava a choramingar e nem lhe passava pela cabeça sujar as mãos...
O ideal mesmo era piscina: àgua de sobra, relva, e nada de areia...
Como tenho excelentes memórias de praia e não quero que os meus filhos façam parte da geração piscina (se é que isso existe!), no sábado resolvi fazer um dia de praia à moda antiga:
Alugamos uma barraca, levei uma manta, piscina, bomba para a encher, uma geleira com comida (onde se incluía sopa...), potes... enfim! só faltou mesmo o frango assado e o arroz num tacho embrulhado em jornal...
O certo é que o miúdos adoraram.
Passaram o dia bem dispostos, lambuzaram-se de areia até a comerem, ficaram molhados, sujos e cansados.
Correu bem.
Quase não ralhei com eles uma única vez (acho que só quando eram mesmo bebes é que isso aconteceu...), pediram sempre para fazer xi-xi, não tive de andar atrás deles para ver se se magoavam, um descanso.
O J. também esteve sempre bem, apesar de não ter saído da barraca e de não ter conseguido dormir com o barulho do vento a bater na lona da barraca (o eterno problema das praias do norte...).
O V., apesar de tabalhar, foi "pic-nicar" connosco à hora do almoço e ainda conseguimos ter um bocadinho de dia familiar perfeito.
Próximo sábado, se o tempo permitir, passeio a repetir. Com estadia marcada num loft com vista para o mar.