segunda-feira, 23 de março de 2009

Pedidos de casamento e disparates afins

Mais alguém viu o episódio de ontem (ou de hoje à pouco, antes da meia-noite) da "Vingadora" em que o Vaughn pede a não sei das quantas vingadora em casamento?
É que ele é mesmo lindo! E não sei porque nao faz mais filmes. A sério! nao posso ser só eu a achar isto, certo?
Depois, o pedido:
" Ás vezes acordo antes de ti e fico a admirar-te. E a pensar na pessoa extradordinária que és e na sorte que tenho por te ter a meu lado..." Se nao foi assim, foi qualquer coisa do género.
E eu pensei: Bem podia ter sido uma declaração á Hugh Grant: " My life without you is like a broken pencil: unuseful (falta-me aqui alguma letra, de certeza!)"
Mas com aquela carita, o que é que interessa? foi lindo e acabou-se.
E depois disto só consigo pensar: Como é que eu tenho sempre tanto para escrever? E sobre tanta coisa inútil?
Devo mesmo ser uma pessoa muito interessante...
Ou, como diria o V., num dos nossos primeiros encontros: deves mesmo ter muitas qualidades, eu é que ainda nao encontrei nenhuma!
(valeu-me ao menos ser gira, que deve ser o que me vale ainda hoje...)

E de repente, lembrei-me: o meu pedido de casamento (o pedido a sério, aquele que eu aceitei) teve direito a restaurante, pais de um lado, pais do outro, tulipas brancas... tudo como manda a tradição, mas sem uma frase que me ficasse realmente na memória!
Tenho de trabalhar isso...

Enfim, até amanhã que isto já deve ser muito sono!