terça-feira, 18 de agosto de 2009

curtas dos últimos dias

No banho, diz-me o M.
Mamã, chega-me o gel de banho…
- para quê filho?
- para lavar o porco! Refere, todo feliz
- O porco? Perguntei eu, que só estva a ver um patinho de borracha na banheira. Para lavar o pato, queres tu dizer!
- não mamã, o porco!
E lá estava ele a apontar para a sua própria barriguita..
- será que queres dizer que é para lavar o corpo, filho?
- sim, mãe, para lavar o porco com gel de banho. Não percebes?

Ah, pois… burrice a minha, claro!


O P. com uma cruzeta (termo bem nortenho, pois claro) na mão:
- Olha mãe, uma corneta!
- Uma cruzeta, filho!
- Corneta!
- Cruzeta…
- Oh, mãe, mas eu quero dizer CORNETA!